Neem série Bovinos – BioParasiticida VERMES

Os vermes são os principais parasitas dos animais de produção e causam o maior prejuízo para o setor produtivo. Estima-se que os prejuízos causados pelos parasitas em geral são da ordem de 13,96 bilhões de dólares, enquanto os vermes são responsáveis por mais de 50% dessa cifra, 7,11 bilhões de dólares (Grisi et al., 2014). Como parasitam internamente os animais, os vermes ficam longe de nossa visão e, por isso, muitas vezes seus prejuízos são subestimados.

Anualmente os pecuaristas brasileiros gastam milhões de reais no controle de verminoses. A cifra não significa que o controle seja conduzido da maneira mais eficiente na maioria das fazendas. Segundo a EMBRAPA, 84% dos fazendeiros escolhem a época do tratamento contra vermes ao acaso e 96% tratam todo o rebanho. O resultado dessas escolhas ineficientes são altos gastos e prejuízos com parasitoses clínicas e sub-clínicas no rebanho, que podem até causar mortes, implicando em desempenho aquém do potencial dos animais.

Os animais infestados expelem ovos dos parasitos nas fezes. Na pastagem, em condições de alta umidade e temperatura, os ovos dão origem às larvas, que se desenvolvem no bolo fecal até se tornarem larvas infectantes. As larvas infectantes sobem no capim, atraídas pela umidade das chuvas e orvalho e pela luz. Ao pastarem, os animais ingerem o capim com as larvas, infectando-se e fechando o ciclo.

Os vermes parasitam principalmente os órgãos do sistema digestório dos animais como o abomaso, rúmen e intestinos grosso e delgado. Os principais parasitas internos, os locais parasitados, períodos de aparecimento nas fezes após ingestão pelos bovinos e quantidades de parasitas para infestação estão representados na tabela abaixo.  A dinâmica populacional dos vermes varia de acordo com a época do ano. Um ambiente propício para a criação de animais também é um ambiente propício para a população de parasitas (*1):

Nome Científico
Vermes
Contaminação ÓrgãoAparecimento nas
fezes
Infestação
LEVE
Infestação
MÉDIA
Infestação
ALTA
Paramphistomum
(HD)
Água e ovos contaminados
pelas fezes
Rumen e
Réticulo
48 a 95 dias <10 10-25 25-50
Ostertagia spp.Água e ovos contaminados
pelas fezes
Abomaso 16 a 23 dias <150 150-500 >500
Haemonchus
placei (HD)
Água e ovos contaminados
pelas fezes
Abomaso 16 a 23 dias <200 200-500 >500
Trichostrongylus
axei
Água e ovos contaminados
pelas fezes
Abomaso e
ID
16 a 23 dias <50 50-300 >3.000
Cryptosporidium
parvun +comuns
Água e ovos contaminados
pelas fezes
Abomaso e
ID
3 a 5 dias ND ND ND
Strongyloides
papillosus
Água e ovos contaminados
pelas fezes
ID 1 a 2 semanas >10.000
Toxocara
vitulorum
Larva pelo leite materno ID NA ND ND ND
Cooperia
punctata
Água e ovos contaminados
pelas fezes
ID ND <500300-3.000 >3.000
Cooperia curticelÁgua e ovos contaminados
pelas fezes
ID ND <500300-3.000 >3.000
Nematodirus spp.Água e ovos contaminados
pelas fezes
ID ND ND ND ND
Bunostomun sp.Água e ovos contaminados
pelas fezes
ID ND <20 20-100 >100
Capillaria bovisIngestão carne porco crua ID ND ND ND ND
Moniezia
sp. (HD)
Ingestão carne porco crua ID 40 dias ND ND ND
Giardia intestinalisCisto contaminado pelas
fezes
ID ND ND ND ND
Eimeria (bovis e
zuernii) +comuns
Água e ovos contaminados
pelas fezes
ID e IG 12 a 18 dias ND ND ND
Oesophagostomum
radiatun
Água e ovos contaminados
pelas fezes
IG 2 meses 50-150 150-500 >500
Trichuris spp.Verme do Chicote
Oviposição bolo fecal
IG 2 meses ND ND ND
Cisticercose (HI)Ingestão carne porco cruaMusculatura ND ND ND ND
Sarcocystis spp Cães que comem carneLocomotor NA ND ND ND
Toxoplasma gondiÁgua e ovos contaminados
pelas fezes
Locomotor ND ND ND ND
Fasciola hepatica Caramujo bolo fecal Fígado 10 a 12 semanas <10 10-25 25-50
Echinococcus
granulosus (HI)
Água e ovos contaminados
pelas fezes
Figado ND ND ND ND
Eurytrema
coelomaticu
Água e ovos contaminados
pelas fezes
Pâncreas ND ND ND ND
Dictyocaulus
viviparus
Água e ovos contaminados
pelas fezes
Pulmão 22 a 25 dias ND ND ND
BabesiaÁgua e ovos contaminados
pelas fezes
Circulatório 14 a 70 dias ND ND ND
Trypanosoma
spp.
Água e ovos contaminados pelas fezesCirculatório ND ND ND ND
Tritrichomonas
foetus
Sistema ReprodutorReprodutor NA ND ND ND
Neospora
caninum
Sistema ReprodutorReprodutor NA ND ND ND
Eurytrema
coelomaticum
Gafanhoto (HI)Todos
acima
= = = =

Tabela – Infestação teste de OPG (ovos por grama) (*2). sp.=espécie spp.=espécies (HD)=hospedeiro definitivo (HI)=hospedeiro intermediário

O tratamento com o Pó de Neem (misturado na alimentação dos bovinos-sal, ração, silo na proporção de 1% a 2% do Pó de Neem em relação a alimentação para dosagem coletiva. Por exemplo em um saco de 25kg de sal mineral/engorda, misturar de 250 a 500 gramas de Pó de Neem para 20 animais em média). Para dosagem individual o Pó de Neem quando misturado para cada animal, exemplo da ração quando as vacas leiteiras estão nas baias de coleta de leite, misture bem no cocho com a ração 1 grama para cada 20 kg de peso (50 mg por kg de peso) na alimentação diária.  Exemplo: uma vaca com aproximadamente 500kg, misturar 25 gramas de Pó de Neem, para vermes, atua diretamente no sangue dos bovinos, combatendo-os desde sua fase inicial, quando são ingeridos na pastagem, ou na água contaminada, interrompendo o processo reprodutivo dos parasitas com os princípios ativos do Neem.  Este princípio ativo é ainda eliminado nas fezes dos animais e mata as larvas dos insetos que fazem a oviposição no bolo fecal.:

  1. Azadirachtin: Repelente.
  2. Nimbin: Anti-inflamatório, anti-pirético, anti-histamínico e anti-fungíco.
  3. Nimbidin: Anti-bacteriano, anti-ulcerativo, analgésico, anti-arrítmico, anti-fúngico e anti-virótico.
  4. Nimbidol: Anti-protozoário e anti-pirético.
  5. Salannim: Repelente.
  6. Quercetin: ação anti-protozoária, anti-oxidante, anti-inflamatório e bactericida.

Também no alto poder de cicatrização do Neem com seus princípios ativos (Nimbenine, Desacetylnimbinase, Nimbandiol, Nimbolide) que atuam em infecções por parasitas da pele que são inibidores da coagulação do sangue.

O Neem não deixa resíduos na carne, nem no leite, não necessita de período de carência, o que resulta aproveitamento total da produção, sem perdas.

O Neem gera produtos 100% naturais com características de Excelência e Sustentabilidade:

  • É biodegradável, não agride o meio ambiente;
  • Não é corrosivo, não volátil e não inflamável;
  • Não é tóxico para seres humanos e animais, como os produtos sintéticos;
  • Não tem ação fitotóxica;
  • Não é tóxico às abelhas melíferas, formigas, minhocas e joaninhas;
  • Tem efeitos seletivos sobre os organismos-alvo;
  • É inócuo à maioria dos insetos benéficos.

Veja também como combater o ciclo reprodutivo dos principais causadores da proliferação dos vermes: o Carrapato a Mosca-do-Chifre e a Mosca Berneira.

Totalneem -> Fale conosco
+55(34)98721-1215 celular
+55(11)99239-8995 Whatsapp
www.totalneem.com

Fontes:

Atenção! As Informações neste site não substituem cuidados médicos. Sempre que necessário procure um veterinário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *